FESTA

ONLINE

PROGRAMAÇÃO

30 de abril | 20h00

A Festa Online prioriza o movimento de mulheres DJS negras e periféricas. Mulheres que articulam em seus territórios a busca por autonomia e a partilha de seus conhecimentos. Arte e militância aqui se encontram para que se torne possível dançar mesmo em tempo sombrios. Festejar a nossa força, a nossa luta e o potencial de mudança. Não há revolução sem dança, sem corpo, sem movimento e sem música. Seja no quintal de casa, no fluxo ou no baile, festejar a vida é necessário.

Curadora do Eixo: Jhenny Santine
 

Festa de encerramento do festival com Dj Aline Pereira Vargas, DJ Bieta e Dj Miria Alves

 

Onde? na plataforma ZOOM, com inscrições prévias para acesso à sala

OBS: Programação sujeita a alterações.

CLIQUE AQUI

PARA CONHECER O PARÁGRAFO CURATORIAL

DE JHENNY SANTINE

DJAlineVargas.jpg

DJ ALINE VARGAS

Educadora social, militante feminista e LGBTQIAP+ e das relações étnico-raciais. Moradora da Zona Leste de São Paulo, cresceu na periferia da Zona Sul. Percussionista e grande admiradora da música Popular Brasileira, sua aproximação com o Rap começou em 1999, pelas influências de seu irmão mais velho e de jovens negros do bairro Vila Clara. Iniciou seus estudos com o Dj Tano (ZafricaBrasil), aprendendo técnicas como Back to back, Scratch, Construção de batida e frase Discotecagem. Sua primeira experiência como DJ em um grupo de Rap, o Reflexão Popular. Depois vieram participações em grupos como Miscível, Cida Christóvam, Lua Rodrigues, Rimação, entre outros. Atuou e atua em diversos projetos de incentivo à cultura como Livraria Africanidades, Periferia Preta, Boteco da Diversidade (SESC POMPÉIA), Quilombola, Quilombaque, Fórum do Hip Hop, Frente Nacional de Mulheres no Hip Hop, Semana do Hip Hop, Voz do Hip Hop, Cine Beco, Tapete Vermelho e Pimp Nossa Cooperativa.

Acredita na música como incentivo social e meio de transformação. De 2004 em diante o seu trabalho como educadora social possibilitou a inserção de oficinas de Dj’s em SAICAS (Serviço de acolhimento para criança e adolescente), CCA, CJ, e Serviço de Medida Socioeducativo nas cidades de São Paulo, Santo André e em outros municípios.

Em 2017 tocou nas festas como; "Sarrada no Brejo" e do "Boteco da Diversidade" organizado por mulheres no SESC Pompeia. Sua playlist é composta por ritmos como Samba, Coco, Maracatu, Samba Rock, Rap, A&B, Flash Black, Jazz e Blues, com protagonismo à vozes femininas e mulheres negras.

 

CURADORA DO EIXO_____