Parágrafo Curatorial da Roda (Rede) de Conversa

Curadora Maria Giulia Pinheiro

processos de subjetivação, experiências de vida, utopia


A Roda (rede) de Conversa é a estrutura do Mulheres na Travessa, historicamente reuniu mulheres que atuam em diversas frentes, desde a militância político-partidária, a luta pelo desencarceramento, o debate sobre o racismo, o debate sobre saúde mental, os debate de gênero, as questões em torno da violência de gênero, feminicídio, transfobia, genocídio. Reconhecemos no Mulheres na Travessa a diversidade de lutas, de enfoques, de abordagens e de posicionamentos em torno da transformação urgente e em curso da sociedade. Considerando o projeto de genocídio em curso, a retirada de direitos dos e das trabalhadoras, a miséria e a fome que atinge mais e mais pessoas diariamente e reconhecendo que as lutas de construção de propostas de transformação social são múltiplas, abrimos a escuta para a proposta de Maria Giulia Pinheiro.

Neste ano, Maria Giulia nos convida a perguntar: QUE UTOPIAS SONHAMOS e como as estamos construindo?



O projeto curatorial


A rede de conversas se propõe (e ousa) perguntar: “Afinal, pelo o que estamos lutando?”. Em um momento em que nossas possibilidades mínimas de sobrevivência estão constantemente ameaçadas, não só pela pandemia, mas também pelas constantes ameaças de direitos e subsídios básicos, parece estranho perguntar qual o nosso desejo. Mas, sem sabê-lo, corremos o risco de mais uma vez não conseguirmos pautar nem o presente, nem o futuro. Portanto, a proposta curatorial é de perguntar “Quais nossas utopias?”. Quais os nossos lugares ideais de chegada? Para onde queremos caminhar, transitar? Qual o nosso projeto (político, econômico, estético)? A democracia pode ser feminista, antirracista, anticapitalista? O que nós queremos? Essas perguntas são algumas das disparadoras.”

Maria Giulia Pinheiro



Convidades: Selma Amaro (Praça da Árvore / São Paulo SP), Luz Bárbara (Vila Romana/Paraíba CE), Livia Lima (Artur Alvim / São Paulo SP), Jobana Moya (Jd. dos Oliveiras - Cotia SP), Tom Grito, (Morro do Pinto, Santo Cristo / Rio de Janeiro RJ) e Mariana Ayele (São Paulo SP)

Mediação: Maria Giulia Pinheiro (São Paulo SP)






13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo