A Obra de Nina Rizzi

salve regina


hoje quando passava um creme na minha pele manchada

por causa dos hormônios dos filhos que perdi

lembrei de regina seu nome de rainha sua pele que parecia

sempre hidratada ela havia perdido a mãe e morava numa fazenda

vizinha à minha nem sua fazenda era dela e nem a minha eram nossas

de verdade nossas famílias cuidavam pros verdadeiros donos

e éramos aquela espécie de gente serva sem salário e nem nada

que come o que planta e dorme na terra vermelha porque não

não tem um colchão mobília boa só lá na casa grande

onde as mulheres podem só limpar e jamais se sentar à mesa

ou dormir naquela cama macia minha mãe adotou regina

que tinha pai e irmãos bêbados “pegou para criar”

como se diz porque ninguém ali tinha documentos

e pra que documentos pra atestar a pobreza?

minha mãe cuidava da casa grande dos bichos pequenos da pequena

plantação também fazia faxina na cidade de onde trazia as minhas

roupas eu amava ganhar roupas das suas patroas brancas que sempre

eram muito cheirosas de um perfume que nunca sentia em outro lugar

e tinha até pena de lavar depois quando eram muito grandes iam pra regina

três anos mais velha que eu e bem mais alta e bonita também

raramente muito raramente minha mãe comprava tênis

ontem ouvi uma música “comprei um boot tão branco

que chamei de elenco da rede globo” eram tênis assim

não eram pra mim eram pra regina e me ressenti tanto

pensando minha mãe gosta mais dela do que de mim

me ressenti de seu nome de rainha e do meu fruto do estupro

minha mãe minha mãe naquela época não sabia ou não tinha muito tempo pra me dar amor e ao me ver chorando respondeu

um dia você vai entender

e aí eu e regina fomos pra cidade desfilar seu boot na pracinha

alguns caras diziam as duas são muito feias

mas pelo menos aquela não é tão neguinha

a gente se beijou escondida na piscina da casa grande aquela noite

e meu pai me bateu mas não bateu na regina

ele a chamava de regininha ela não gostava porque era o nome

de uma atriz pornô branquela depois de madrugada papai foi no meu quarto

passou a mão no meu peitinho que não era bem um peitinho

disse que não ia mais me bater e não bateu mesmo

ficou doente e não conseguia levantar mais nada

hoje quando passava um creme na minha pele manchada

por causa dos hormônios dos filhos que perdi

lembrei que minha mãe minha mãe naquela época não sabia

ou não tinha muito tempo pra me dar amor ela tinha razão

um dia eu entendi



9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo